• Blog

    Isso não é só sobre o Lucas!

    “Eu te vejo, mas você não se mostraEu te vejo, enquanto você me mataEu te vejo, enquanto você me sufocaEu te vejo, enquanto você nos separa Porque só os meus olhos e a minha pele te vê? Porque enquanto você me enforca, ninguém te vê. Você está até entre os meus, enfincado, até aonde deveria ser só amor. Até aonde os nossos intelectuais estão. Eu te vejo, nas entranhas da morte que você carrega nas mãos. Eles inventaram, a gente reproduz. Como parar?” PALU Macedodez/2020 Escrevi esse poema antes mesmo de conhecer Lucas, antes mesmo de tudo isso acontecer. Mas senti algo parecido em algum momento da minha vida que…